Danças Mirandesas – Solidana

Danças Mirandesas - Solidana

Bailado repasseado recolhido em Duas Igrejas em 1945.
Dança-se como as Geriboilas com os passos indicados Fig. 2 e cantado com a musica da Fig. 1.

Figura 1 - Música da Solidana

É um dos da numerosa família dos repasseados, com coro ou sem coro.
Por nos parecer (A. M.) a letra deste bailado a mais naturalista e adaptada à vida e às coisas dos mirandeses, o realçamos.

Desde há vinte anos atrás havia despique deste bailado e de outros repasseados, como dos grupos dos Pauliteiros, na romaria da Senhora do Naso, 5 a 8 de Setembro.

Figura 2 - Passos da dança da Solidana: a roda; b trespasse dos homens; com remate saltado a pés juntos; c voltam à posição inicial; d volvem a dançar frente a frente com troca de par; e trespasse das mulheres que termina com salto batido a pés juntos; f voltam à posição inícial.

Por lapso nos três desenhos da linha de baixo não se riscou o traço a indicar os homens .

É corrente cantarem a letra que segue.

Inda hoje reparei
Quem andava no terreiro;

Estribilho:

Ai Solidana, agora, agora.
Ai Soiidana, agora aqui!
Anda o cravo e anda a rosa,
Anda o ramalhete inteiro.

Estribilho

Ai Solidana, agora, agora.
Ai Solidana, agora aqui!
Minha mãe, minha mãezinha,
Que linda mãe tenho eu!

Estribilho

Derramou o seu colete
Para me compor o meu!

Estribilho

Rua abaixo rua acima
Toda a gente me quer bem

Estribilho

Só a mãe do meu amor
Não sei que raiva me tem

Estribilho

A solidana é uma dança de convite, como aliás parecem ser todos os repasseados.