Reis

Reis

São partidos do Oriente
Três reis que vão adorar – (Bis)
A Jesus Omnipotente
Com devoção singular,

Os três reis, como eram Santos
Seu caminho iam seguindo
Guiados por uma ‘strela
Até chegarem ao Menino.

À entrada de Belém
A estrela se parou,
Lá detrás de uma cabana
Deus-Menino se assomou:

A cabana era pequena
Não cabiam todos três
Adoravam o Menino
Cada um por sua véz.

Un l´ of’recia ouro
Outro incenso e mirra
Outro /’ of’recia cera
Com que a missa se dizia.

Se nos quereis dar os reis
Empeçai-os a talhar
Somos de terras de longe.
Temos jornadas que andar.

Esta casa é forrada
Por de dentro e por de fora
Ela viva muitos anos
A gente que nela mora.

Esta casa é forrada
Tem o assento de vidro
Ela viva muitos anos,
A mulher com seu marido.

Viva lá o Sr. ………
Que bem le fica o capote
Quando vai para a igreja
Parece a ‘strela do norte.

Viva lá o Sr. ……. .
Que bem le fica o chapéu
Quando vai para a igreja
Parece um anjo do Céu.

Viva lá a Sr.ª …….
Cara de leite coado
Quando se chega á janela
Fica o sol anunviado.

Esta vai por despedida
Par cima da salsa crua
Viva lá o Sr ……..
Que é a alegria da rua.